VICENTE NERY

De onde venho não importa, já passou.
O que importa é saber para onde vou.

VICENTE NERY CONSOLIDA 20 ANOS DE CARREIRA COM CD DE INÉDITAS 

Ele tem nome e sobrenome e é um dos poucos artistas que agrada ao público de A à Z. É dono de uma voz  marcante,  de um carisma inigualável e de canções que embalam milhares de fãs apaixonados, que o acompanham por mais de duas décadas. Vicente Nery, um dos nomes mais respeitados no mercado musical, é também um dos principais artistas cearenses que representa o nosso estado mundo a fora. Cantor, compositor e instrumentista, Vicente carrega na bagagem uma vasta experiência impulsionada pelo seu talento, profissionalismo e muito amor pelo que faz.

Querido por todos no meio musical, Vicente destaca os três DVDs intitulados “Vicente Nery &Amigos”. Na trilogia, Vicente fez duetos dividindo o palco com grandes artistas como César Menotti e Fabiano, Xand Avião, Solange Almeida, Léo Magalhães, Dorgival Dantas, Jerri Adriany, Bartô Galeno, Fernando Mendes, Baltazar, Lairton, Toca do Vale, Genival Santos, Genival Lacerda, Rita de Cássia - entre tantos outros.

Vicente Nery é o artista brasileiro mais tocado em campanhas políticas pelos interiores do país. E não são jingles criados para as eleições não! São canções de trabalho do repertório de Vicente Nery, que têm letras divertidas, pegada dançante e, claro, a voz inconfundível do cantor. Um fato curioso é que as músicas do forrozeiro geralmente são tocadas pelos partidos concorrentes dentro da mesma localidade, fazendo valer o bordão criado por ele... "Pode Copiar!".

As letras campeãs de execuções em tempos eleitorais são: “É Nois” (É nois, é nóis, nóis tá na boca do povo. É nois, é nóis, é nóis, depois de nóis, é nóis de novo...), “Só Deus Cala a Minha Voz” (E nóis não meche com ninguém. Nem mete a mão em cumbuca. Quem mandou você brincar. Se arriscar de cutucar a fera com vara curta...), “Por Nóis Já Tem Deus” (Quem foi que falou? Que eu tô esquecido, E fora de moda!? O que vem de baixo. Não dói não me incomoda! Tenho Deus comigo. Nele eu tenho fé!), “Vacilou, Chegou Primeiro” (Falar de mim é bem facinho, custa nada a língua é sua, difícil é ser igual a mim é a verdade nua e crua.Vai cuidar do que é seu...).

O amor de Vicente pela música é imortal e pede sempre mais sacrifício, de apuro no cantar e compor, na condução da afinadíssima banda que lidera hoje. O que não esperava era tornar-se cidadão honorário de municípios de Pernambuco e Paraíba: Parnamirim/PE, Exu/PE, Várzea/PB e Belém do Brejo do Cruz/PB. Não deve ser tão simples ser um forrozeiro jovem e ser condecorado cidadão honorário de Exu, terra de seu mestre maior, Luiz Gonzaga.

  

Após oito anos sem lançar CD novo, Vicente Nery se prepara para apresentar 12 faixas inéditas que estarão disponíveis em breve no site Sua Música. O disco foi produzido em Recife-PE pelo renomado produtor musical Marquinhos Maraial  e conta com cinco faixas autorais.


 

De vez em quando eu agradeço a Deus porque as estrofes dos poemas meus, são feitas por Ele e cantadas por mim.